OBRA: Arco-Íris de Luas

CATEGORIA: Fantasia

AUTOR: Fernanda Arce

 

SINOPSE:

Aédris é uma jovem sem memória que ocasionalmente tem visões do futuro e por isso foi taxada como bruxa. Ela é temperamental, sempre diz o que pensa, adora usar os punhos e não foge de uma boa briga. Prefere aprender a usar uma espada a uma agulha de bordado como as outras donzelas.

Quando a princesa de seu reino é sequestrada por seres cruéis, os temíveis cernis, Aédris é convocada pelo irmão da princesa, o príncipe herdeiro para ir a uma jornada suicida com os guerreiros da guarda real para resgatar sua inocente soberana. O que ela não sabe, é que durante essa perigosa jornada irá descobrir mistérios sobre o próprio passado...

   

RESENHA:

Uma história de fantasia, onde já no primeiro capítulo é possível perceber que a autora possuí uma escrita clara, que não possuí qualquer passagem confusa ou referências incompreensíveis.

A autora toma o cuidado de avisar em diversos capítulos que não houve tempo para realizar uma revisão, mas nem por isso seu texto possuí muitos erros. Muito pelo contrário, são realmente mínimos os erros encontrados, por isso a leitura não é cansativa.

Possuindo, até o momento, um total de 36 capítulos, fora os capítulos extras sobre detalhes da vida de alguns personagens para entender melhor toda a trama idealizada pela autora. A história ainda não está finalizada.

Aédris é uma jovem que mora num povoado chamado Calaiih, no reino de Barian em um mundo onde existe dois sóis e sete luas de cores diferentes.

Ela perdeu a memória durante um grave “acidente”, por isso é acolhida por Snotra que a encontrou entre a vida e a morte. Snotra uma senhora curandeira muito respeitada onde vive.

A melhor amiga de Aédris é Rius, uma égua esperta e muito veloz que a leva em todos os lugares que deseja.

A história inicia-se no dia que recomeçam as aulas de Aédris no Centro de Aprendizagem na cidade da corte de Barian, porém, antes mesmo que ela possa entrar na aula, o Príncipe Nars lhe convoca para uma missão de resgate da sua irmã, a princesa Myris, que foi raptada por criaturas ferozes, os cernis.

Mas Aédris só foi convidada para esta missão porque todos pensam que é uma bruxa, pois previu um acidente que causaria a morte de um colega do Centro de Aprendizagem, o futuro Duque de Vanshey, o jovem Larcan.

Contudo, o capitão da guarda real e general do exército do rei, Lorde Kadrahan, é totalmente contra que ela viaje junto com a tropa destacada para essa tarefa, por causa da fama de bruxa que Aédris possuí, afinal elas são criaturas vis que trazem destruição e caos onde quer que estejam. 

Aédris é uma jovem temperamental, adora uma boa briga, por isso não acata a decisão do Lord Kadrahan e decide viajar, mesmo com o jovem Larcan tentando persuadi-la em ficar. Por este motivo ele também decide ir nesta viajem.

Muitos segredos do passado de Aédris serão revelados nesta jornada, por isso sua vida mudará radicalmente.

Não posso dizer nada além disso, afinal seria SPOILER. Quem gosta de spoiler? Eu não!

 

Por que essa história merece sua leitura?

Opinião da autora:
 

O que você, leitor, pode esperar dessa história?

Uma história com enredo envolvente que promete muitas emoções. Personagens envolventes, épicos e dotados de personalidade forte e muita valentia.  Arco-Íris de Luas promete alcançar ainda mais sucesso e, quem sabe um dia, chegar as prateleiras de todos vocês.

Venham se aventurar nessa história cheia de mistérios, segredos e muita magia, assim desfrutar desse amplo mundo de fantasia. Posso garantir que não irão se arrepender!

Entrevista com Fernanda Arce

 

Algumas perguntas pessoais

 

Dia e mês de nascimento?

15/11

Cidade onde mora?

Campo Grande-MS

Tem medo de alguma coisa? O quê?

Coruja! Uma me atacou duas vezes em dias diferentes (dois dias seguidos) quando eu era criança. Cravou as garrinhas no me pescoço e também atacou a minha cachorrinha. Não importa que seja a coruja fofinha de Harry Potter, meu coração dispara sempre que vejo uma.

Qual sua bebida e comida preferida?

Bebida adoro suco de laranja e comida sou louca por strogonoff.

Qual seu escritor favorito? Por quê?

Jane Austen. Ela criou personagens femininas fortes em uma época em que as mulheres deveriam ser reprimidas, dóceis e não demonstrar inteligência. Aí ela foi lá e fez exatamente o contrário. Minha diva *_*

Sua família sabe que escreve? Eles te apoiam?

Sim, todos sabem que eu escrevo. Minha mãe, avó, tios, primos, todo mundo. Todos me apoiam e muito! Minha mãe fala do meu livro para os colegas de trabalho (que até já leem) e até para os clientes. Minha avó também fala para as irmãs da igreja. Tios e primos super me incentivam também. ^_^

Se sua vida fosse um filme qual seria? Por quê?

Essa é difícil. Sinceramente não sei. Acho que o filme da minha vida ainda precisa ser feito rsrsr.

Uma crítica ou conselho para si mesmo(a)?

Tenho que tomar vergonha na cara e aprender cozinhar kkkk

     

O que você pensa sobre a literatura nacional e as editoras de nosso país?

A literatura nacional está repleta de novos talentos. Cada vez mais encontro histórias maravilhosas de autores brasileiros e de todos os gêneros. Seja no romance, na fantasia, mistério, etc. Há escritores brasileiros que com certeza merecem todo o reconhecimento, não apenas no âmbito nacional, mas no internacional também. Quanto as editoras brasileiras, embora muitos critiquem, acredito que estamos em um bom momento, pois mesmo que aos poucos, cada uma delas, mesmo as grandes editoras estão agregando talentos nacionais em sua produção. Antes elas só priorizavam obras gringas, mas agora elas estão descobrindo esses novos talentos aqui mesmo em nosso país. Acredito que com paciência e perseverança, todos nós podemos ter o nosso lugar ao sol entre essas editoras.

 

 

Perguntas sobre você e seu(s) livro(s)

 

Você sempre quis escrever?

Sempre gostei de ler. Descobri que também gostava de escrever na adolescência. Tenho alguns romances ainda em cadernos escritos a lápis. Quem sabe um dia eu publique. Entretanto me encontrei mesmo no mundo da fantasia e agora sei que escrever é o que quero fazer para o resto da vida. É a minha verdadeira paixão e missão nessa vida.

         

De onde retira inspiração para escrever?

De tudo! Do meu dia a dia,  de situações que acontecem comigo e com aqueles que me rodeiam. E também tenho muitos sonhos malucos. Minha imaginação fértil não descansa nem quando estou dormindo kkkk.

O que você sente enquanto escreve?

Sinto como se estivesse em outro mundo. Como se tivesse sido transportada para a história que estou escrevendo! É uma sensação maravilhosa! Como se eu fosse capaz de tudo!

O Que você pensa sobre seus leitores?

Meus leitores são maravilhosos. Acho que tenho os melhores leitores do mundo. Todos me dão muito apoio, são pacientes comigo e muito carinhosos. Muitos já se tornaram meus amigos e converso praticamente todos os dias. Adoro todos vocês e agradeço muito por acreditarem em mim e fazer cada um dos meus dias mais feliz.

Se você pudesse ser um personagem do seu livro, qual seria?

Aédris, com toda certeza! Ela é muito diva! Amo ela! ^_^

O que é mais difícil escrever o primeiro ou o último capítulo?

Imagino que será o último, pois será a grande despedida. Já me dá um aperto no coração só de imaginar. E além do mais, tem aquele receio que acredito que todo escritor deve ter: “Será que vão gostar desse final?”. Por isso acredito que escrever o último capítulo com certeza é o mais difícil.

Qual personagem do livro você gostaria de trazer a realidade?

O Tov. Amaria ter um leão alado fiel e protetor como ele que é também cheio de personalidade e inteligente. rsrs

         

Vai dedicar seu livro a alguém?

Com certeza. Acho que a muitas pessoas. rsrs

Qual a pior e melhor crítica que seu livro recebeu?

Outra pergunta difícil. Todas as críticas são bem vindas porque nos ajudam a melhorar como escritores e amadurecer como pessoas. Não sei dizer qual foi a melhor crítica que recebi, pois recebo tantos elogios positivos que seria injusto escolher só um. Quanto ao pior, também não sei dizer, pois não teve nenhum ofensivo ou realmente grave. Acho que a única vez que fiquei chateada (e não foi exatamente uma crítica) foi quando uma leitora não gostou que o shipp dela não deu certo e realmente parou de ler T-T

Os livros sempre nos ensinam algo. E o que espera que seu livro ensine aos leitores?

Espero que ensine o valor da amizade e da lealdade acima de tudo, mas também que apesar dos tombos que a vida nos dá, devemos nos levantar, sacudir a poeira e seguir em frente. Nunca devemos desistir de sermos felizes e tentar de novo.

 

Por que seu livro merece ser lido?

Porque o leitor será sempre surpreendido a cada capítulo e não vai conseguir parar de ler. Quando pensar que já adivinhou tudo, vai descobrir que está completamente enganado e será surpreendido mais uma vez.

Quer saber mais sobre a autora, ou ler o livro? Basta entrar no link: "Arco-Íris de Luas"

© 2020 por Shirley Santos.

Orgulhosamente criado com Wix.com.

CONTATO

Tel. (35) 99735-5332

Ateliê Doce Prazer

Sumaré - São Paulo

CNPJ: 40253910/0001-09

S.S. Arts e Livros

Monte Sião - Minas Gerais

CPF: 091311187-20

ATENÇÃO

Prazo de entrega se inicia após a finalização da confecção do produto de artesanato.

Prazo de confecção do artesanato é de 3 dias úteis.